7 de abril de 2010

Alinne Moraes: Depressão e aprendizado com Luciana

Share & Comment
Na reta final de Viver a Vida, a atriz comemora o sucesso da personagem e revela as dificuldades para interpretá-la



Luciana foi um divisor de águas em sua carreira?
Sim. A personagem tem muito a dizer e esclareceu várias coisas. Este trabalho não é só entretenimento, mas uma prestação de serviço.

Temeu não dar conta do recado?
No começo, me senti preparada e achei que seria mais fácil realizá-lo. Porém, com o passar dos capítulos, percebi que precisaria de uma dedicação além da normal. Foi a personagem mais difícil que fiz até hoje.

É verdade que teve depressão por conta da intensidade do papel?

Isso aconteceu no começo do drama de Luciana. Foi um momento delicado, pois gravei presa a uma maca. Como sou magra, meus ossos doíam. Ficava nessa posição por seis, sete horas sem me mexer. Às vezes, ficava amarrada, com oxigênio. Foi muito difícil mesmo.

Em casa, conseguia se despir da carga emocional de Luciana?
Ao sair das gravações, me sentia o incrível Huck. Era como se tivesse em uma camiseta muito apertada e quisesse me soltar. Foi um processo estranho, mas durou só um tempo.

Como se recuperou?
Faço terapia há muito tempo e, obviamente, recorro a ela quando estou em um momento delicado. Naquele período, fiz umas três sessões. Precisava ficar sozinha, era um momento muito solitário. Acho que aprendi bastante coisa com a Luciana, porque também passei por aquele processo.

O que ela ensinou a você?
Várias coisas, mas principalmente a ser mais paciente e menos impulsiva.

Muitas cadeirantes se identificam com a história da novela. Como é a repercussão nas ruas?
A gente [elenco da novela] tem muito pouco tempo para viver a experiência de ir às ruas. Como às vezes trabalho de domingo a domingo, não estou conseguindo ter tanto contato com o público. Mas sei da repercussão pelas cartas que recebo. Quando tenho tempo, pesquiso sobre o que falam a respeito.

Qual o segredo da sintonia perfeita com a Lília Cabral?

Ela é a maior atriz que conheço. Sempre comentei com pessoas mais próximas que, um dia, adoraria ser sua filha em um trabalho. A Lília lembra muito a minha mãe. Elas têm o mesmo jeito de falar. Eu sabia que quando trabalhássemos juntas seria muito especial. Sempre fui muito fã dela e, agora, mais ainda! A Lília é a minha rede de proteção. Devo muita coisa a ela.

Torce para Luciana voltar a andar?
Pela primeira vez, várias adolescentes, mulheres e crianças estão sendo retratadas. Se depois de contar toda esta história a personagem andar, estas pessoas acharão que a felicidade está nisso, o que não é verdade.

Em recente entrevista, você disse que pretende engravidar antes dos 30...

Não afirmei que vou engravidar. Acho que deram outra proporção para a coisa, mudaram algumas vírgulas. Falei que o ideal seria ter filho antes dos 30, mas ainda estou com 27... Vamos ver o que vai acontecer [há um ano Alinne namora o empresário Rodrigo Mendonça].

(Fonte) 
Tags: ,

0 Comentários:

 

Mural de Recados

Fan Page no Facebook

Projetos

→ Rock Story (Novela) - No ar
→ 'Os Saltimbancos Trapalhões' (Em Cartaz)
→ 'A Paixão Segundo João' (Cinema)

Tumblr

Instagram Oficial @AlinneMoraes

Copyright © Alinne Moraes Fãs | Designed by Templateism.com