25 de novembro de 2016

Papa-anjo em Rock Story, Alinne Moraes defende amor livre: 'É muito louco'

Share & Comment
A novela Rock Story mal estreou e a personagem Diana, interpretada por Alinne Moraes, já se vê num beco sem saída. Ela vive um romance proibido com o cantor sertanejo Léo Régis (Rafael Vitti), mas não consegue esquecer totalmente seu sentimento pelo ex-marido, Gui Santiago (Vladimir Brichta).

Para a atriz de 33 anos, no entanto, a dúvida de Diana não é tão grave ou incomum assim. Alinne defende sua personagem e acha possível uma pessoa se apaixonar por outras duas ao mesmo tempo.

 
Ao lado dele [Léo], ela se torna uma menina novamente, uma nova Diana. Ela vai ficar bem dividida em relação ao casamento com Gui. O amor não impede que você ame uma outra pessoa. É muito louco assim. São duas coisas completamente diferentes

Além do coração dividido entre dois amores e da cabeça confusa, Diana enfrentará outro dilema em Rock Story: a implicância da sogra Néia, vivida por Ana Beatriz Nogueira.

As duas atrizes já entraram em conflito quando interpretaram mãe e filha em Além do Tempo (2015), mas agora a agressão é mais explícita. Néia é contra o relacionamento do filho com uma mulher 16 anos mais velha, e chama Diana de papa-anjo.

Estou achando bem engraçadas as cenas com Ana Beatriz Nogueira. A gente já tem um casamento do último trabalho e está trazendo isso para cá. Estamos batendo um bolão, com toda certeza. Ela vai pegar no pé da Diana. Não tenho problema nenhum em ser chamada de velha, está sendo até divertido

A personagem de Alinne, por sua vez, também implica com Júlia (Nathalia Dill) e deixa seu próprio pai chocado com suas atitudes. Mesmo assim, a atriz acredita que Diana não é a grande vilã da trama e confessa que está ansiosa para interpretar uma antagonista de verdade. 


A Nathalia Dill faz duas personagens, gêmeas. A grande vilã é uma das personagens dela. Eu estou louca para fazer [uma antagonista], mas não é essa. Ela é muito bonita



Diana é o 11º papel de Alinne Moraes em uma novela _ela estreou em 2002, como coadjuvante em Coração de Estudante. Sua primeira vilã foi a invejosa Sílvia, de Duas Caras (2007), e a atriz também teve destaque como a adolescente lésbica Clara, de Mulheres Apaixonadas (2003).

Hoje, com quase 15 anos de carreira na TV, ela confessa que gosta de rever suas cenas antigas, e admite que a maturidade lhe transformou como profissional.

Acho muito importante [rever cenas] para ver o que perdi, o que ganhei, o que eu posso fazer diferente. Mas a idade conta muito. Você não perde nada, transforma tudo. As emoções que eu tinha naquele momento eram para personagens naquela fase. A Clara de Mulheres Apaixonadas, se eu fizesse hoje, teria outro peso e as pessoas não curtiriam tanto. Aquela inocência era importante naquele momento

A atriz ficou afastada das novelas durante quatro anos, entre 2011 e 2015. Nesse período, teve um filho, fez séries, participações especiais na TV e no cinema. Agora, de volta aos folhetins, nem pensa em aposentadoria.

Esse ofício é uma coisa certa que eu farei para o resto da minha vida. Personagens bons, para contar uma história... Nunca imaginei, isso foi acontecendo mesmo. Eu não quero divulgar o meu trabalho, quero que ele seja divulgado por si só. Compreende? Sempre fui assim, de não criar expectativa. Chegar onde eu estou? Nunca imaginei chegar desse jeito.
Tags: ,

1 Comentários:

Simonesantos Santos disse...

Aline moraes linda e talentosa

 

Mural de Recados

Fan Page no Facebook

Projetos

→ Rock Story (Novela) - No ar
→ 'Os Saltimbancos Trapalhões' (Em Cartaz)
→ 'A Paixão Segundo João' (Cinema)

Tumblr

Instagram Oficial @AlinneMoraes

Copyright © Alinne Moraes Fãs | Designed by Templateism.com