26 de outubro de 2009

Vídeo : Alinne Moraes no Papo X (TV Xuxa)

Share & Comment
No Papo X deste sábado, pudemos conhecer um pouquinho mais sobre Alinne Moraes! A Luciana de Viver a Vida revelou que sempre foi muito namoradeira e contou que há cinco meses está namorando firme. Ela relembrou que aos 9 anos já era bem independente e que aos 13 anos foi para o Japão com a mãe tentar a carreira de modelo.
Alinne ainda confessou que está numa fase “borboleta” de sua vida e que é pura emoção: “Por qualquer coisa choro ou fico arrepiada!”. Veja a entrevista completa no vídeo!



(Originalmente postado no Youtube pelo user XuxaRainha)

Transcrição:


Xuxa: Sei que você tava fazendo balé... Sei que você depois teve que fugir pra fazer sua novela... E a Lú tá próxima de... Até vi na revista que você já gravou o acidente, né? Mas a gente ainda não viu... Vamos ver daqui a pouco.
Alinne: Então, o acidente mesmo, o real, não aconteceu ainda... não gravamos.São sonhos, são alguns acontecimentos.
Xuxa: Ah, então, aquela coisa que ela tava machucada e tal eram sonhos.
Alinne: Era. Como se a vida já estivesse “meio” que avisando, assim sabe...toma cuidado...
Xuxa: sinais... Que a gente sabe tem.
Alinne: Exatamente! Eu acredito muito nisso.
Xuxa: Aliás, eu tava lendo sobre você, e me achei muito nas coisas... “assim”... que você gosta...as coisas que você passou e tal na sua vida, a paixão que você tem pela sua mãe...
Alinne: Eu sou filha única de uma filha única. Então, eu fui criada pela minha mãe e pela minha avó materna. Na época, eu não tinha muito contato com meu pai. Então, a minha mãe me teve muito jovenzinha. Ela precisava estudar, finalizar os estudos e trabalhar ao mesmo tempo. Então eu tinha contato com ela de manhã (6 hs da manhã) e depois de meia-noite. E aí ou ficava com minha avó ou ficava em casa mesmo... minha avó deixava as coisas separadas pra poder esquentar, pra cozinhar...Essas coisas... Eu cuidava da casa também, com uns nove anos ou dez anos de idade. Então eu não era filha única que tem tudo, já era batalhadora desde novinha, “assim”. E aí com 12 anos eu comecei a carreira de modelo. Foi uma surpresa da minha mãe...
Xuxa: Conta pra gente.
Alinne: Eu tinha o sonho de ser modelo. E porque na escola eu era o pato feio, né?. Diziam que pra sair na chuva não precisava de guarda-chuva, era só pegar meio beiço e fazer assim...Era uma loucura! E aí minha mãe “bom, então vou fazer uma surpresa” e mandou...Eu tinha uma amiga que tinha participado de um concurso no ano anterior, e ela mandou as fotos pra mesma revista.E sem que eu soubesse, no mês seguinte as meninas da escola “você viu?eu vi você na revista”... E eu fui ver, eu tava entre as dez. Depois fomos pra São Paulo e aí fiquei em primeiro lugar e fiz a capa. Entrei pra Elite na época. Com 13, 14 fui pro Japão com minha mãe, ela parou de trabalhar...ela era funcionária pública pra poder me apoiar...estar junto comigo.
Xuxa: Ela abriu mão da vida dela pelos teus sonhos...
Alinne: Totalmente. Acho que foi a única porta, sabe? A única oportunidade que ela viu de dar uma vida diferente pra minha filha dela.
Xuxa: Vamos falar um pouquinho do fato de você ser desastrada. Conta um poquinho pra gente.
Alinne: Eu sou demais...Eu tenho o Antônio Manso, que é o meu pai, empresário...conheci ele com 16 anos...ele já me conhece...ele sabe que eu tô na casa dele, tá tendo uma festa, qualquer coisa... se quebra... ele fala “Alinne? Cadê você?foi Alinne...”Então todo mundo já sabe. Eu não tenho nenhuma tatuagem, em compensação sou cheia de cicatrizes.Várias. No meu dedo. Eu arranquei meu dedo, caiu na cama,  numa cena. Olha que absurdo! Assim...as coisas acontecem...
Xuxa: Por que isso acontece?
Alinne: E copo... quando a pessoa  tá com um copo e eu vou levantar..o copo quebra na mão da pessoa.. eu falo “gente eu não fiz nada... eu só ia levantar...”
[...]
Passa um vídeo da alinne fazendo balé.

Xuxa: Me conta um pouquinho dos seus relacionamentos.Você tem 26 anos, você já teve alguns relacionamento bem fortes na sua vida, né?
Alinne: Já.Sou uma mulher namoradeira.
Xuxa: É, né?
Alinne: Demais...
Xuxa: Você começou a namorar com quantos anos?
Alinne: Olha, eu namorei 5 anos o Vergniaud, que você já entrevistou...modelo...depois 3 anos o Cauã... Aí fui diminuindo..,2 anos o Sérgio.. e agora. Tô namorando também, atualmente.
Xuxa: Já tá a quase 3 né?
Alinne: Não!Tô há 5 meses. 
Xuxa: Ui!!!
Alinne: É novinho ainda...não aprendeu nem falar. É meu bebê....rsrs!
Xuxa: Tem uma pessoa que quer fazer uma pergunta pra você.
Erika: Oi Alinne, tudo bem? O que é pra você viver a vida?
Alinne: Viver a vida pra mim é... as coisas mais simples da vida.Sabé, é chegar em casa feliz após um trabalho...poder estar com meus cachorros, com os amigos, poder ligar pra minha mãe...
Xuxa: comer feijão com arroz
Alinne: comer feijão com arroz. Exatamente. São as coisas simples mesmo.

pergunta da Platéia: Antes de você entrar na passarela pra desfilar ou gravar alguma cena, você faz  algum ritual, ora, tem algum exercício  “assim”?
Alinne: Eu oro. Eu aqueço minha voz, e fico andado uns pulinhos que nem uma boba pra vê se circula um pouco a energia, me deixa mais atenta, mais concentarda.Porque, as vezes, principalmente, nessa novela a gente tem começado a gravar bastante...assim... 5:30 da manhã. Então...a energia tá meio sonolenta.

pergunta da Platéia: Alinne, eu gostaria de saber de você...você já interpretou mocinha, uma vilã...eu queria saber o que você acha mais desafiador.
Alinne: Olha, eu acho que o mais difícil é a mocinha... Por incrível que pareça. É porque a mocinha é tão correta, tão coerente, tão certa que, às vezes, as pessoas se cansam...sabe?Então deixar ela em cima, viva e com muito conflito é um pouco difícil...Porque as pessoas gostam...hoje em dia de vilão, né?Porque o vilão pode tudo, o vilão é louco...ele vai surpreender numa cena., e a mocinha a gente já sabe... tá lá vivendo, sofrendo...
Xuxa: Agora me fala desse efeito borboleta. Eu tava lendo que você...é uma coisa que você fala bastante que você tem um pouco de borboleta na barriga, assim...esse “butterfly” ...
Alinne: Quem me disse isso na verdade foi a Flávia-uma amiga – e ela comentou que quando ela tava feliz ela sente muitas borboletas dentro dela.Ela sofreu acidente, 18 anos atrás e ela é tetraplégica hoje... e ela diz que ela sente “várias borboletas dentro dela” assim...

Xuxa dá um livro com várias fotos de borboletas.

Alinne: Eu amo borboleta. Muito...

Ping-Pong:

Comida: Arroz e feijão
Bicho: Cachorro
Um lugar: Grécia e Brasil
Uma pessoa: minha mãe
Calor ou frio: médio, pode ser?
Dia ou noite: às 4:30 da tarde
Uma alegria e uma tristeza pra você: Eu acho que a conquista e a realização dos meus sonhos juntos com os da minha mãe, da minha família.Acho que eu só tenho que agradecer hoje.Eu tenho tudo que eu quis.De verdade, sou muito feliz. Uma tristeza,é sempre um adeus.
Se você pudesse dizer quem é você?Eu sou fiel as pessoas que tão do meu lado.


Xuxa: E uma coisa que você esqueceu de falar... eu tava lendo sobre as pessoas que falam de você...que você é pura emoção...
Alinne:Ah, demais!Eu já estava “Ah, eu vou no programa da Xuxa..eu chorar”...Eu tenho uma coisa comigo, se a gente tá fazendo uma cena ou pesquisando alguma coisa..se eu me arrepio, eu falo: “Oh,ó isso tem um significado...”. Eu me arrepio direto.Louca, né?Sou muito emoção. Qualquer coisa eu choro ou fico arrepiada. Assim...
Xuxa: Legal!



Material exclusivo da entrevista de Xuxa com Alinne Moraes







Tags: , ,

0 Comentários:

 

Mural de Recados

Fan Page no Facebook

Projetos

→ Rock Story (Novela) - No ar
→ 'Os Saltimbancos Trapalhões' (Em Cartaz)
→ 'A Paixão Segundo João' (Cinema)

Tumblr

Instagram Oficial @AlinneMoraes

Copyright © Alinne Moraes Fãs | Designed by Templateism.com