21 de junho de 2011

Elenco de 'O Astro' participa de coletiva de imprensa

Share & Comment
0,,51796221-GDV,00Na manhã desta terça-feira (21), o elenco do remake O Astro  - que estreia na Globo em 12 de julho - reuniu a imprensa no Rio de Janeiro para falar da nova macrossérie da Globo, que revisita a obra original de Janete Clair em comemoração aos 60 anos da teledramaturgia brasileira.

Rodrigo Lombardi, Alinne Moraes, Thiago Fragoso, Humberto Martins, Henri Castelli, Fernanda Rodrigues e outros atores acompanharam um vídeo de dois minutos e, em seguida, a apresentação feita pelo dramaturo Alcides Nogueira, que abriu a coletiva lembrando da Janete, que assinou esse grandre sucesso exibido na emissora em 1977.
 

0,,51792764,00

Alinne Moraes compareceu à coletiva de imprensa de "O Astro" e avisou que conversaria com a imprensa apenas sobre a trama, baseada no sucesso escrito por Janete Clair nos anos 70. "Não vou falar de vida pessoal, vim falar da novela". 

Ela interpreta a suburbana Lili, que mora na Penha. "Morei no Meyer quando fiz 'Coração de Estudante' (2002). É um povo muito família, o jeito de se comunicar e as músicas que ouvem são outras. Ela é uma suburbana muito alegre, que só quer sair do inferno que é sua casa. Lily mora num sobradinho, é manicure e será caixa de supermercado. É carente, mas um pouco ambiciosa", adianta.

Ela conta que teve de mudar alguns hábitos para compor o papel. "Foi a personagem que menos trabalhei com pesquisa. Meu carro passou a ter samba e pagode, para me inspirar e aprender um pouco desse mundo que a Alinne desconhece. Sei fazer cabelo, maquiagem e unha, trabalho com moda desde os 12 anos. Estou com o cabelo mais solto e quis colocar um tamancão no figurino, que não tem muita produção". Ela também voltou a fazer algo de sua rotina antes de ser famosa. "Fazia 11 anos que eu não andava de metrô, foi uma nostalgia, uma saudade. É normal, eu não preciso mais, mas é bacana se aproximar da realidade". 

Alinne disse o que a seduziu no convite. "O que atrai na personagem é a naturalidade. Ela não busca ser bela, é trabalhadora". E falou sobre sua fase atual. "Eu não tenho medo daquilo que acredito, estou muito em paz com o que faço, penso, estou mais serena". A atriz revelou ainda que já procurou saber o futuro. "Com 17 ou 18 anos, já acreditei em vidência, agora sou mais cética. Uma coisa engraçada é que sempre as videntes diziam que eu ia trabalhar com arte". 

Fonte

Alinne Moraes é a Angelina Jolie da Penha

Sem título 3

Cunhada de Neco, Lili é uma jovem linda, alegre e batalhadora. Para dar vida à personagem, Alinne Moraes fez muita pesquisa e buscou a verdade dos moradores do subúrbio.
- Lili é uma sobrevivente. É muito alegre, verdadeira, espontânea, guerreira, não tem medo das coisas e dá a cara à tapa. É também romântica e forte. O engraçado da personagem é essa coisa do subúrbio. Fazer uma carioca da Penha é muito mais difícil. Os personagens me chamam de Angelina Jolie da Penha. Além de lá, gravamos em Madureira, no Centro e na Lapa. O subúrbio é verdade pura. Tem muita coisa do interior, como a vizinha que empresta o café. Tem uma outra cultura, como o jeito de se comunicar e falar e as músicas. É um outro universo.  – Afirma Alinne Moraes.

Morando na casa da irmã, Laura (Simpone Soares), a moça trabalha como manicure no salão de Neco (Humberto Martins) e não ganha um tostão por isso.
- A Lili sofre muito com o cunhado e quer mudar para outra casa. Ela quer a independëncia dela e acaba se apaixonando pelas coisas, como acontece com o Márcio (Thiago Fragoso). Tentei ver a primeira versão com um olhar mais distante, por que, naquela época, mulher independente era diferente do que é hoje. São outras roupas e atitudes. Trabalhei no sotaque dela, li muitos textos e usei a intuição – conta a atriz.


Alinne Moraes: “a beleza é uma dádiva, mas uma dádiva que passa”

133852-alinne-moraes-astro-editorial


Durante a coletiva de O Astro, Alinne Moraes foi questionada se a beleza atrapalha. “Não, de maneira alguma. O belo salva, a gente fica feliz. A beleza é uma dádiva, mas uma dádiva que passa. A gente tem que saber usufruir dela”, respondeu a atriz. 

Sua personagem, Lili, será uma mulher muito ética e com personalidade forte, que não leva desaforo para casa. Na primeira versão de O Astro, de 1977, ela foi vivida por Elizabeth Savalla. “Vi poucas coisas na Lili no YouTube, com a Elizabeth Savalla, porque não queria me influenciar”, revelou Alinne Moraes, que apontou ainda diferenças de época para diferenciar sua personagem da nova versão. “A imagem da mulher independente naquela época era uma mulher com calça jeans, camisas soltas. Hoje ela é suburbana, mora na Penha, tem um cabelão, usa calça Gang e blusinha justa.”  

Lili vai viver um triângulo amoroso com Salomão Hayalla (Daniel Filho) e Márcio (Thiago Fragoso). “Com o Salomão é mais uma coisa de proteção, uma coisa mais paternal, porque os dois estão sozinhos no mundo. E com o Márcio ela vai conhecê-lo muito tempo depois e vai começar a questionar a paixão, porque vai ser um amor a primeira vista”, adianta Alinne Moraes.
Fonte


Alinne Moraes: "não acho que pareço com a Angelina Jolie"

Alinne Moraes, que viverá a bela Lili, a Angelina Jolie da Penha, em O Astro, da Rede Globo, não vê semelhança entre ela e a atriz americana. Segundo Alinne, a britânica Natalia Kills tem mais a ver com os seus traços. 

"Não acho que pareço com a Angelina Jolie. Cada uma tem a sua beleza. A Natalia Kills é mais parecida comigo", afirmou.

"O corte de cabelo é bem brasileiro, sem muita produção, já que a personagem é da Penha. Li muito o texto e aproveitei para trabalhar o sotaque, o mais natural possível", disse Alinne.
Fonte



Alinne Moraes: “No meu carro agora só toca samba e pagode”


Questionada sobre a preparação para a personagem, afirmou que não fez nenhum laboratório específico e já morou no Méier, na zona norte do Rio. “Morei no Méier assim que cheguei ao Rio quando gravei ‘Coração de Estudante’, minha primeira novela. O que acho mais engraçado é essa coisa do subúrbio. Sou de Sorocaba, em São Paulo, e é meio parecido com o interior. Fiz muitos anos de fonoaudiologia para minimizar o sotaque e interpretar uma carioca da Penha esta sendo um pouquinho mais difícil”, disse ela.

bg4lf6wm3pyix1z06i9x7zv7t

Com relação ao namoro com o empresário Felipe Simão foi enfática: “Gente eu não vou falar sobre vida pessoal mesmo”. A seguir o bate-papo com os jornalistas:

iG: Segundo a sinopse sua personagem é do tipo que “dá a cara a tapa”. Você também é assim?
Alinne Moraes:
Sou com aquilo em que acredito, como o meu trabalho. Aí não tenho medo. Mas estou com 28 anos e tenho ficado um pouco mais medrosa, tenho sonhado menos. Estou muito feliz com o que eu tenho, muito realizada, então, acho que me tornei mais serena.
iG: Trouxe alguma coisa da personagem para o seu dia-a-dia? Alinne Moraes: Sim. Por exemplo, no meu carro agora só tem samba e pagode. Uma coisa que realmente não estava acostumada. Tinha só um Zeca Pagodinho em casa. O resto tive que comprar tudo. Mas não passei a gostar muito não (risos). Só ouço porque realmente tem algumas coisas muito lindas e inspira a minha personagem.
iG: Teve outras experiências diferentes por causa da personagem?
Alinne Moraes:
Nada que eu não conhecesse, mas não andava de metro há 11 anos e foi curioso. Me deu uma sensação de nostalgia, deu uma saudade. Mas de certa forma sei que é impossível, não posso mais ter esta vida. É normal pegar um ônibus, apesar de não precisar. Faz você se aproximar da realidade.
iG: Buscou alguma referência na primeira versão de “O Astro”?
Alinne Moraes:
Nenhuma. Vi um pouco da abertura da primeira versão e algumas poucas cenas que estão no Youtube, mas tentei ver com um olhar mais distanciado porque agora a trama se passa nos dias de hoje. Em 1977 a Lili era moderna, mas ser para frente era usar calça jeans e cintura alta. Hoje, no subúrbio, é a menina que usa short e calça da Gang, escuta Zeca Pagodinho e “vou não, quero não, minha mulher não deixa não” (faz referência a música “Minha Mulher Não Deixa Não” da banda Aviões do Forró).
iG: Teve pudor com alguma peça do figurino da personagem?
Alinne Moraes:
Não. O figurino só ajuda. Quando fiz a Luciana de “Páginas da Vida” fiz questão de usar fralda não porque gostava, mas porque fazia parte da realidade da personagem. Dessa vez pedi para usar tamancos com salto de corda para dar um andar mais pesado.

cewpm803xtj80himwpzmus4xriG: Fez alguma mudança no visual?
Alinne Moraes: Como ela é chamada pelos outros personagens de Angelina Jolie da Penha (risos), quisemos deixar o cabelo bem natural, solto, sem chapinha ou babyliss. Um visual mais brasileiro mesmo.
iG: Alguém já havia te comparado com a Angelina Jolie?
Alinne Moraes:
Nunca. E nem acho que pareço. Todo mundo sempre diz que uma ou outra se parece com ela porque é um referencial de beleza. Acho a Nastassja Kinski (atriz alemã) muito mais parecida comigo do que a Angelina Jolie. Quem me dera!
iG: Na novela o personagem de Daniel Filho se apaixonará pela Lili. Já teve algum relacionamento com um homem mais velho?
Alinne Moraes:
Não que eu me lembre, mas acho tão natural... Na adolescência a diferença de idade é mais marcante, mas acho que depois dos 25 anos não tem muito isso. São experiências diferentes e você pode trocar. Pode se envolver até mesmo com amigos de 40, 60 anos. Essa coisa de número não está com nada.
Sem título 2iG: No começo da trama a Lili é manicure. Sabe fazer a unha?
Alinne Moraes:
Trabalho com moda desde os 12 anos então maquiagem, cabelo, essas coisas, são normais para mim. Sei tirar cutícula e fazer unha para mim é quase uma terapia. Vou muito ao salão fazer pé e mão, mas quando não dá tempo e estou em casa faço tranquilamente.
iG: A beleza atrai tanta a atenção para a sua personagem que chega até a atrapalhar um pouco a vida dela. Como é a sua relação com a beleza?
Alinne Moraes:
Eu só tenho o que agradecer porque a beleza me abriu portas. Na verdade em tudo todo mundo procura o belo. O belo salva. Mas não estou falando só de mim, em qualquer arte, por exemplo. A beleza é uma dádiva, mas passa e temos que saber usufruir e agradecer.
iG: Já procurou uma vidente?
Alinne Moraes:
Já, mas de brincadeira. Acreditava mais nisso quando tinha uns 17, 18 anos. Hoje sou mais cética. Talvez daqui cinco anos resolva fazer um mapa astral, mas não tenho essa curiosidade. Na época me diziam muito que eu ia trabalhar com arte. Talvez interpretação ou música.
Fonte


Alinne Moraes está de volta à tevê.  A atriz buscou referências da época em que estava começando a carreira para compor Lili, uma suburbana que mora de favor na casa do cunhado, que não perde a oportunidade de explorá-la. 

“Assim que vim para o Rio, para fazer a novela ‘Coração de Estudante’, morei no Méier (zona norte da cidade). Nesses lugares, não existe pose. É tudo mais exposto, mais verdadeiro. Tem sempre a vizinha que empresta o café, a que grita com você. Até a cultura é outra. As músicas são diferentes. É só ‘Vou não, quero não, posso não, minha mulher não deixa, não’”, brinca Alinne, cantarolando o famoso forró. “Agora, no meu carro só ouço samba e pagode. Não é que eu passei a gostar… É que inspira minha personagem. Até sugeri para a equipe de figurino que a Lili usasse uns tamancos altos, que é pra ajudar a dar peso no andar dela”.

A atriz está empolgada com o novo papel. “É uma menina alegre, guerreira, que dá a cara a tapa. Ela nem pensa em subir na vida. Trabalha só para sair do inferno que é a casa do cunhado”. No começo da história, antes de virar caixa de supermercado e taxista, ela dá expediente como manicure no salão dele, sem receber salário, para pagar a moradia. “Nem precisei fazer laboratório. Como trabalho com moda desde os 12 anos, aprendi a tirar cutícula, pintar unha, fazer cabelo e maquiagem”.
Fonte

Tags: , , ,

3 Comentários:

Maria da Penha ou Nelsa disse...

''Não vejo a hora de chegar o dia 12 para podrmos curtir estes seriado se é assim que devo chamar só sei que com sertesa vai ser belissimo, e com esses atores então,,,!"

Anônimo disse...

e msm uma pena uma novela deste gabarito escrito por janete clair em q a historia tem conteudo uma linda novela, terem a coragem de colocar num horario absurdo desde em q as pessoas q tem compromissos diarios com o seu trabalho ñ poderam assistir ou relembrar desta novela + vindo de quem vem ñ poderia ser diferente pois afinal a rede globo perde ibope tds os dias devido as pessimas programações q ela insiste em passar, + qdo poderiam salvar a emissora aparece um infeliz q estipula o horario
só rindo msm kkkkkk.

claudia ariane disse...

essa novela tem uma linda historia e o elenco e maravilhoso o unico problema e o horario q é muito tarde e acho que esse ramake merecia passar em horario nobre no lugar de insensato coração q essa novela e muito ruim e de baixo conteudo e merece terminar logo nada contra o gilberto braga que acho q ele ja fez coisas melhor so errou ao escrever esta novela que ñ tem nada que prenda a atenção do publico apesar de ter exelente atores como gloria pires antonio fagundes e muitos outros e também acho q a paola oliveira e a mais sem graça da trama.parabens p a janete que acho que ela tinha tudo p salvar a programação se ñ fosse esse horario de programação q emissora insiste.

 

Mural de Recados

Fan Page no Facebook

Projetos

→ Rock Story (Novela) - No ar
→ 'Os Saltimbancos Trapalhões' (Em Cartaz)
→ 'A Paixão Segundo João' (Cinema)

Tumblr

Instagram Oficial @AlinneMoraes

Copyright © Alinne Moraes Fãs | Designed by Templateism.com